main

Onde ir

Van Gogh no Atelier des Lumières

4 de fevereiro de 2019 — by Carol Pio Pedro16

atelier_des_lumieres_van_gogh_gianfranco_lannuzzi_30joursaparis-e1549322648809.jpg

Série de posts especiais para França On The Road Emoticon Bandeira França

Depois do sucesso da exposição de Gustav Klimt em 2018, agora é a vez da exposição imersiva de Van Gogh no Atelier des Lumières, que estreia em 22 de fevereiro.


A cidade que abriga alguns dos mais belos e importantes museus do mundo, como Louvre, Orsay e Grand Palais, tem mais um bom motivo para se orgulhar desde o ano passado: o primeiro centro de arte digital da cidade chamado Atelier des Lumières debutou na cena cultural nacional em abril de 2018 com uma exposição imersiva primorosa de Gustav Klimt e atraiu todos os holofotes ao longo do ano.

Tudo começa pela escolha do lugar, uma antiga fundição criada em 1835 – a fonderie du Chemin-Vert – que produzia peças para as estradas de ferro e para a Marinha. Determinado pela crise internacional, o fechamento da indústria ocorre em 1929 e o espaço é vendido à família Martin, especializada na fabricação e venda de máquinas operatrizes. A empresa se mudou em 2000 e o espaço permaneceu fechado por mais de uma década até que, em 2013, a Culturespaces – uma empresa gestora de centros de arte e organizadora de exposições temporárias imersivas e digitais – tomou conhecimento do lugar.

Fonderie du Chemin-Vert - foto atelier-lumieres.com
Fonderie du Chemin-Vert – foto atelier-lumieres.com

A ideia de utilizar a tecnologia para oferecer ao público uma forma alternativa de abordar a arte é um dos principais objetivos da Culturespaces, o nome que também está por trás do bem-sucedido Carrières de Lumières, um espaço de exposição imersivo aberto em 2012 na região da Provence onde obras-primas dos maiores artistas são projetadas nas paredes, pilares e pisos de uma antiga pedreira de calcário. Após 5 anos de intensos trabalhos na antiga fonderie du Chemin-Vert, a Culturespaces abriu as portas do Atelier des Lumières. Ao invés do calcário da Provence, estruturas metálicas são o pano de fundo para as projeções em Paris.

A primeira longa exposição aconteceu em torno da arte vienense do séc. 19. No maior espaço, Le Halle, o principal homenageado foi o pintor Gustav Klimt, muito conhecido pela obra “o Beijo”. A imersão é total e o show não é apenas visual, mas também auditivo, pois as obras foram projetadas ao som de Beethoven, Strauss e Wagner, envolvendo literalmente os visitantes!

Atelier des Lumières - exposição imersiva Gustav Klimt - foto atelier-lumieres.com
Atelier des Lumières – exposição imersiva Gustav Klimt – foto atelier-lumieres.com

O sucesso da exposição de Gustav Klimt foi tão arrebatador que o prazo de exibição se estendeu até o início deste ano, 6 de janeiro. Quem perdeu a exposição já tem outro bom motivo para programar uma viagem a Paris: a próxima grande atração já está confirmada e trará Vincent Van Gogh como homenageado principal entre fevereiro e dezembro de 2019.

atelier2_des_lumieres_van_gogh_30joursaparis
Atelier des Lumières – exposição imersiva Van Gogh – foto Gianfranco Lannazzi
atelier_des_lumieres_van_gogh_gianfranco_lannuzzi_fev_30joursaparis
Atelier des Lumières – exposição imersiva Van Gogh – foto Gianfranco Lannuzzi

A exposição traçará a vida intensa do artista atormentado que pintou durante os últimos 10 anos de sua vida mais de 2000 pinturas, hoje espalhadas pelo mundo, e evocará o mundo interior desordenado, caótico e poético de Van Gogh, enfatizando um diálogo permanente entre a sombra e a luz.

O visitante viaja para o coração das obras, percorrendo um itinerário temático que traça as diferentes etapas da vida do artista durante suas estadias em Arles, Paris e Saint-Rémy-de-Provence. de suas paisagens ensolaradas às noturnas, seus retratos e naturezas-mortas.

La nuit étoilée, juin 1889, huile sur toile, 73,7 x 92,1 cm, Museum of Modern Art, New York - © Bridgeman Images
La nuit étoilée, juin 1889, huile sur toile, 73,7 x 92,1 cm, Museum of Modern Art, New York – © Bridgeman Images
Autoportrait, 1889, huile sur toile, 65 x 54,2 cm, Musée d’Orsay, Paris - © Bridgeman Images
Autoportrait, 1889, huile sur toile, 65 x 54,2 cm, Musée d’Orsay, Paris – © Bridgeman Images
La chambre, 1888, huile sur toile, 72 x 90 cm, Musée Van Gogh, Amsterdam - © Bridgeman Images
La chambre, 1888, huile sur toile, 72 x 90 cm, Musée Van Gogh, Amsterdam – © Bridgeman Images

Para evitar grandes filas compre o ingresso antecipado pelo site oficial.

  • Onde: 38 rue Saint Maur, 75011 Paris
  • Quanto: 14,50 € – tarifa cheia
  • Horário: aberto todos os dias, das 10h às 18h (horário estendido às sextas e sábados até as 22h)
  • Metrô: Estação Rue Saint-Maur (linha 3)

Bisous :)

Carol Pio Pedro

16 comments

  • Pingback: Paris vai ganhar exposição imersiva nas obras de Van Gogh – Andreia Lisboa

    • Carol Pio Pedro

      16 de fevereiro de 2019 at 07:28

      Merci!

      Reply

  • Aurélio Rebello

    13 de fevereiro de 2019 at 10:13

    Congratulations !

    Reply

    • Carol Pio Pedro

      16 de fevereiro de 2019 at 07:27

      Merci bcp Aurélio!

      Reply

  • Dione Bayma

    13 de fevereiro de 2019 at 11:15

    Adorei a informação . Visitei a exposição em Le Baux en Provence e fui às lágrimas junto com meu marido. Van Gogh sempre foi meu preferido. Não perderei. Planejamos ir agora em maio. Tem que dar certo. Valeu. Obrigada!

    Reply

    • Carol Pio Pedro

      16 de fevereiro de 2019 at 07:26

      Olá Dione,
      Fico contente que tenha gostado!
      Também estou esperando ansiosa o início dessa exposição!
      Abs,
      Carol

      Reply

  • Françoise Reverdy

    20 de março de 2019 at 06:34

    Merci Carol!
    Un site à visiter souvent.
    Et ce musée…

    Reply

    • Carol Pio Pedro

      27 de março de 2019 at 18:26

      Merci à vous Françoise!
      :)

      Reply

  • Willian

    20 de março de 2019 at 16:36

    Que linda a exposição, até qual data ela vai ficar aberta para visitação… Pretendo estar com a minha esposa em Paris no final de dezembro… Tomara que consigamos ver hehe

    Reply

    • Carol Pio Pedro

      27 de março de 2019 at 18:25

      Olá, Willian!
      A exposição ficará aberta até o final de dezembro :)
      Bom que vocês conseguirão pegá-la!
      Abs,
      Carol

      Reply

  • Valmor sergio vasem

    21 de março de 2019 at 13:20

    Nem acredito que vou ver, estarei em Paris em maio.19.
    Valmor

    Reply

    • Carol Pio Pedro

      27 de março de 2019 at 18:24

      Olá, Valmor.
      Maio é uma ótima época para visitar a cidade!
      Espero que goste da exposição.
      Abs,
      Carol

      Reply

  • Ana Claudia Caruso

    24 de março de 2019 at 01:15

    Fiquei encantada com essa exposição!
    Como fico sabendo da programação para comprar o ingresso?
    Ela será exibida em outro país aqui da Europa?
    Quero muito ir!!!!
    Parabéns!!!

    Reply

    • Carol Pio Pedro

      27 de março de 2019 at 18:23

      Olá, Ana Claudia!
      No final deste artigo inseri o link para o site oficial deles, onde você pode comprar o ingresso :)
      Quanto à exposição seguir para outros destinos, não sei informar… espero que rode o mundo!
      Bjss

      Reply

  • Angela Neves

    24 de março de 2019 at 17:17

    Adorei as duas dicas: Atelier de Lumières e Maison Molinard. Partiu Paris mês que vem! Bj obrigada!

    Reply

    • Carol Pio Pedro

      27 de março de 2019 at 18:21

      Oi, Angela!
      Que bom que você gostou! Depois me conta o que achou do Atelier des Lumières.
      Beijos e boa viagem :)

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *